Notícias

Portugal com recessão de 0,4% no terceiro trimestre

Escrito em 6 de Dezembro de 2011 | por :

As segundas estimativas do Eurostat referentes ao crescimento do Produto Interno Bruto no terceiro trimestre de 2011, divulgadas hoje, confirmam que Portugal continua em recessão técnica, com o PIB em queda há já quatro trimestres consecutivos.

As estimativas atualizadas hoje publicadas em Bruxelas pelo gabinete oficial de estatísticas da União Europeia são em quase tudo idênticas às primeiras, divulgadas a 15 de novembro, embora o Eurostat tenha revisto em ligeira alta o crescimento do PIB na UE a 27 no terceiro trimestre do ano em comparação com o segundo (0,3 por cento, contra uma subida de 0,2 antecipada há três semanas), mantendo aquele para a zona euro (0,2 por cento).

Os dados, que não incluem a Grécia, em virtude de não estarem disponíveis estatísticas sobre a evolução trimestral do PIB deste país ao longo de 2011, confirmam a queda de 0,4 por cento do PIB português no terceiro trimestre do ano comparativamente ao segundo, o que coloca Portugal em recessão técnica, já que há um ano que o país regista quedas consecutivas do PIB (-0,5 por cento no último trimestre de 2010 e -0,6 e -0,1 nos primeiros dois trimestres de 2011).

Um país encontra-se em recessão técnica a partir do momento em que regista uma variação negativa do PIB em dois trimestres consecutivos.

Na comparação homóloga – com idêntico trimestre do ano anterior -, Portugal registou no terceiro trimestre de 2011 uma das quedas mais significativas da UE, com uma descida de 1,7 por cento do PIB comparativamente ao terceiro trimestre de 2010, em contraste com a subida verificada tanto na média da zona euro como do conjunto da União, onde o Produto Interno Bruto subiu 1,4 por cento, em ambos os casos, os valores já estimados no mês passado.